Você está vivendo situações repetitivas?

Você faz tudo certinho. Chega no horário, cumpre sua jornada com perfeição, faz as entregas que seu superior espera de você. E ainda é um ótimo colega de trabalho e se importa com os colegas que estão à sua volta. Mas um belo dia...

0
1360
Repetindo padrões inconscientes

Já deve ter acontecido algo semelhante com você.

Quem trabalha no mundo corporativo há algum tempo já desenvolveu uma série de gatilhos decorrentes de situações mal resolvidas.

Repetindo padrões inconscientes.
Artigo de Jorge Carlos Jucoski, auditor de Dianética, originalmente publicado no Linkedin.
http://bit.ly/JorgeCarlos1

Você faz tudo certinho. Chega no horário, cumpre sua jornada com perfeição, faz as entregas que seu superior espera de você. E ainda é um ótimo colega de trabalho e se importa com os colegas que estão à sua volta.

Mas um dia você comete um pequeno deslize, é repreendido e fica muito mal. Pensa porque aquela “chamada” em especial pegou bem mais forte do que qualquer outra que já tenha recebido.

Passa o dia todo se sentindo mal. À noite, chegando em casa, fez uma boa reflexão dos acontecimentos do dia. Racionalmente, pensa que não foi tão grave. Mesmo assim, bate um medo forte e você fica ruminando o ocorrido produzindo milhares de pensamentos repetitivos. Sua mente e o corpo ficam em estado de alerta aguardando que algo muito grave aconteça. Você chega a ter certeza que algo muito ruim acontecerá. Sente dores de cabeça, de estômago, tem insônia e fica irritado só de pensar.

Durante os dias que se seguem, cada vez que seu chefe passa por você, conversa baixinho com algum outro colega de trabalho. E (sem querer) olha para você. Ou, pior ainda, veio andando devagarinho em sua direção, você entra em pânico. Sente as pernas tremerem, fica com a respiração curta, ofegante e as mãos suando.

Quando você está vivendo essa situação não se dá conta que o sentimento é referente à uma situação semelhante que aconteceu no passado. Talvez até mesmo na sua infância quando foi repreendido por seus pais ou professores por ter andando fora da linha. Na verdade, o que está sentindo é produto da situação que aconteceu originalmente e não desta que está vivendo agora.

Nossa mente é como um computador

A mente humana tem 2 divisões principais: Mente analítica e Mente reativa. Vamos fazer uma analogia! Considere a mente analítica como um computador. A mente analítica, embora pareça um computador é muito mais capaz do que qualquer máquina e infinitamente mais complexa. Vamos pensar que o monitor faz parte do computador e é parte da nossa mente analítica. O monitor poderia ser chamado o centro da nossa consciência.

A mente analítica possui seus próprios bancos de memória. Pra operar precisa de dados – percepção, memória e imaginação. Os dados contidos nos bancos de memória padrão estão gravados na nossa mente não interessando se foram gravados corretamente ou não.

Cada percepção visão, som, cheiro, toque, gosto, sensação orgânica, dor, ritmo, cinestesia (peso e movimento muscular) e emoção é gravada nesse banco de memória padrão. Na íntegra. Primeiro são gravadas e depois analisadas.

Se algum dia você já foi repreendido e ficou muito abalado sua mente registrou a dor daquele momento. Isso se chama Engrama. Assim, sempre que você receber uma repreensão que lembre aquele momento original você entra em pânico. Sente reações psicossomáticas no seu corpo.

Engrama

Engrama é um momento de dor física ou emocional que contém um nível de inconsciência total ou parcial. Como se fosse um vírus que entra no seu computador (mente) e passa a controlar seus pensamentos e reações sem que você tenha qualquer controle sobre ele. O engrama tem a força de um comando e pode desligar a mente consciente assumindo o comando dos controles motores do corpo provocando um comportamento ou uma ação que a mente consciente – o próprio indivíduo – nunca consentiria. Saiba mais sobre como os engramas bloqueiam seu sucesso na vida lendo ps artigos Curando as cicatrizes emocionais e Porque algumas pessoas tem impulso mais forte do que as outras?

Isso acontece porque a mente analítica pode afetar qualquer função do nosso corpo como o batimento cardíaco, as glândulas endócrinas (afetar os níveis de cálcio, açúcar ou adrenalina no sangue), interferindo no fluxo seletivo do sangue paralisando membros ou fazendo om eles se movimentem involuntariamente.

Repetindo padrões inconscientes

Todos os músculos podem ser afetados pelos comandos da mente analítica na intenção de fazer com que sejamos poupados da dor. Nossa mente não quer que passemos novamente pela mesma situação que nos causou dor no passado e, por meio dos sintomas físicos, nos afasta da fonte do problema.

Para cortar esse circuito, e eliminar o Engrama, é necessário descarregar o conteúdo gravado no banco de dados da nossa mente. Após algumas sessões de Dianética esgotamos os conteúdos gravados que não nos servem mais e damos espaço para novos conteúdos.

Livre das memórias negativas de dor e sofrimento passamos a reagir às situações do dia a dia com mais leveza e sentindo somente o que cada situação está nos trazendo.

Então, quando você passar pela situação novamente seu banco de memórias estará livre e será como se vivesse aquela experiência pela primeira vez. Nada mais estará gravado. Sem memórias, sem dores, sem sensações. Não ficará o resto do dia esperando que algo horrível aconteça. Terá força e serenidade para reagir às novas situações de forma positiva e segura.

Venha vivenciar uma audição de Dianética!

Sobre a Dianética

A Dianética foi fundada pelo escritor e filósofo L. Ron Hubbard que começou seus estudos sobre mente humana, em 1923. Naquela época ele fazia longas viagens e teve a oportunidade de estudar muitas culturas em todo o mundo. Fez pesquisas científicas, desenvolveu e testou a primeira tecnologia funcional do homem sobre a mente.

Em 1950, Hubbard escreveu Dianética: O Poder da Mente sobre o Corpo, uma obra abrangente detalhando as suas descobertas e técnicas. É o primeiro e único manual definitivo da mente. Escreveu sua filosofia em mais de 5 mil escritos e tem mais de 3 mil conferências gravadas.

UM LIVRO COM MILHÕES DE EXEMPLARES EM 15 IDIOMAS LIDO AO REDOR DO PLANETA!

centro avancado de dianetica livro helton winter síndrome do pânico

O livro tornou-se num best-seller e figurou na lista do New York Times durante quase quatro décadas depois da sua publicação original. Ele continua a aparecer nas listas de best-sellers em todo mundo.

Venha conhecer o Centro Avançado de Dianética e os auditores que vão te auxiliar a encontrar o seu “EU”, removendo as travas emocionais negativas que o impedem de superar os desafios pessoais e profissionais por meio do autoconhecimento.

Estamos na Vila Mariana, perto do metrô, na Rua Afonso Celso, 66, em São Paulo. Fones: 11. 3881.2953 | 11 98442.2953.

Sobre o autor

Jorge Carlos Jucoski é terapeuta, diretor executivo e auditor do Centro de Treinamento Avançado de Dianética. Foi eleito 5 vezes o melhor auditor do mundo pela I Help International. Contato: jorgecjucoski@gmail.com

DEIXE UMA RESPOSTA